109 capítulos
Medium 9788502051485

Mapa II

Gonçalves Jr., Jerson Carneiro Editora Saraiva PDF

128

Da Grandeza dos Romanos e da sua Decadência

Não havia então no Oriente senão quatro potências capazes de resistir aos Romanos: a Grécia e os reinos da Macedônia, da Síria e do Egito. Cumpre verificar qual a situação dessas duas primeiras potências, porque os Romanos começaram por submetê-las.

3. A Grécia e a Macedônia130

A) Na Grécia, havia três povos consideráveis: os Etólios, os Acáios e os Beócios. Eram associações de cidades livres 130a, que tinham assembléias-gerais e magistrados comuns. Os

Etólios, belicosos, arrojados, temerários, ávidos de ganho, sempre livres da sua palavra e de seu juramento, enfim, fazendo a

Vencida Cartago, Roma avançou sobre o Mediterrâneo Oriental visando um só objetivo: as riquezas do Oriente. V. nota 82.

130. Subdividimos este item alfabeticamente, assim: a) situação interna da Grécia; b) o equilíbrio político com ingerência macedônia; c) o desequilíbrio com a intervenção romana.

A Macedônia ficava ao norte da Grécia. V. mapa II.

A convivência delas, amistosa ou inamistosa, explica-se já pela vizinhança. E dessa convivência resultou tornarem-se ambas componentes de um complexo político.

Ver todos os capítulos
Medium 9788502051485

Mapa III

Gonçalves Jr., Jerson Carneiro Editora Saraiva PDF

278

Da Grandeza dos Romanos e da sua Decadência

Ademais, o Norte491 esgotou-se por si mesmo, e dele não se viu mais saírem aqueles exércitos inumeráveis que apareceram no começo. Após as primeiras invasões dos Godos492 e dos

Hunos, sobretudo desde a morte de Átila, esses povos e os que os seguiram atacaram com menos forças.

Aquelas nações, que se haviam reunido em corpos de exército, quando se dispersaram em povos, enfraqueceram-se muito: espalhadas pelos diversos lugares conquistados, ficaram elas próprias expostas a invasões.

Foi nessas circunstâncias que Justiniano empreendeu a reconquista da África e da Itália e fez aquilo que os nossos Franceses, também com êxito, executaram contra os Visigodos, os

Borguinhões, os Lombardos e os Sarracenos493.

Quando a Religião cristã chegou aos Bárbaros, a seita ariana era de certo modo dominante no Império. Valente494 envioulhes padres arianos, os quais foram seus primeiros apóstolos.

Ora, no intervalo entre a conversão e o assentamento deles, aquela seita foi de certo modo destruída entre os Romanos. Os Bárbaros arianos, encontrando a região toda ortodoxa, não conseguiram jamais ganhar-lhe a simpatia. E foi fácil aos Imperadores hostilizá-los.

Ver todos os capítulos
Medium 9788522485598

24 Apresentação Gráfica do TCC

MEDEIROS, João Bosco Atlas PDF

24

Apresentação Gráfica do TCC

Três são as partes de um TCC: a pré-textual, a textual e a pós-textual.

A parte pré-textual compreende: capa, folha de rosto, ficha catalográfica, errata (se houver necessidade), folha de aprovação, dedicatória, agradecimento, epígrafe, resumo em língua portuguesa, resumo em língua estrangeira, lista de ilustrações, lista de tabelas, lista de abreviaturas e siglas, lista de símbolos, sumário.

A parte textual é formada por introdução, desenvolvimento, conclusão.

A parte pós-textual é formada por referências, glossário, apêndice, anexo,

índice.

É a seguinte a ordem de apresentação de todos os elementos de um TCC:

RR Capa: pode ser lisa, encadernada com couro ou em espiral.

RR Folha de rosto.

RR Verso da folha de rosto.

RR Folha para indicação de aprovação da banca.

RR Dedicatória (opcional).

RR Agradecimentos (opcional).

RR Inscrição (ou epígrafe) (opcional).

RR Resumo ou sinopse.

Ver todos os capítulos
Medium 9788522481590

Parte I - 10 Pontuação – Acentuação – Crase

MEDEIROS, João Bosco; HERNANDES, Sonia Atlas PDF

10

Pontuação – Acentuação – Crase

1 Introdução

A falta de observância das regras de pontuação prejudica o estabelecimento de uma comunicação rápida e eficaz. O comércio exige mensagens claras, de fácil compreensão. Cartas comerciais, relatórios administrativos que não observam com rigor os sinais de pontuação correm o risco de incompreensão.

Um leitor que não atenta para as vírgulas, pontos finais, ponto-e-vírgula, doispontos, exclamações, interrogações, reticências, parênteses acaba por fazer uma leitura malfeita, que não gera o entendimento do texto. Esse mesmo tipo de leitura, se feito em voz alta, frustra qualquer ouvinte.

Os sinais de pontuação indicam pausas e, para quem sabe ler, indicam a entonação da voz. Os sinais de pontuação ajudam a dividir o pensamento, aclarando-o, facilitando a compreensão. Embora sejam orientadores de leitura, sua razão de ser não se reduz a isto; eles são resultado da sintaxe. Assim, é possível dizer que aprende a pontuar quem conhece sintaxe gramatical. Por exemplo, as orações subordinadas são separadas das orações principais por vírgula.

Ver todos os capítulos
Medium 9788521630821

D

PIMENTA, Reinaldo LTC PDF

D

Danone

Em 1919, o espanhol Isaac Carasso, em Barcelona, começou a fabricar e vender um ainda desconhecido produto que ele adorava e em cujas propriedades medicinais acreditava firmemente: o iogurte.

Foi ele mesmo que resolveu criar a marca. Iogurte Carasso estava fora de questão, parecia nome de revolucionário russo assassinado pela guarda imperial. Aí veio a ideia de juntar as três primeiras letras do nome do filho (Daniel),

Dan, e one (um, em inglês), porque Daniel era seu primeiro filho, e, pronto, ficou

Danone.

Dar de mão beijada

Nas cerimônias de beija-mão, súditos e mortais beijavam as mãos de papas e soberanos em sinal de reverência e homenagem (os vassalos beijavam as mãos dos senhores feudais a cada mudança de feudo ou na renovação do arrendamento).

Nessas cerimônias, os fiéis mais ricos buscavam a graça e o reconhecimento de sua distinção, oferecendo terras e outras propriedades ao homenageado. Eram bens dados de mão beijada.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos