164 capítulos
  Título Autor Editora Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta
Medium 9788577807826

3. DESIGN E DESEMPENHO EMPRESARIAL

Mozota, Brigitte Borja de Grupo A - Bookman PDF

CAPÍTULO 3

DESIGN E DESEMPENHO EMPRESARIAL

O governo pode desempenhar um papel pró-ativo no estabelecimento de um sistema que sustente o desenvolvimento do design na economia. Na maioria dos países, o governo estimula o design por meio de ajuda financeira, sistemas de formação profissional de qualidade, educação e parcerias entre escolas de design e indústrias.

O PAPEL DO GOVERNO NA PROMOÇÃO DO DESIGN

Pode-se identificar a existência de promoção nacional de estruturas de design em países do mundo inteiro. O Centro Internacional de Design em Nagoya, Japão, estabelecido em 1992, é financiado pelo governo e por 103 corporações japonesas e desenvolve concursos internacionais. A Grã-Bretanha e a Dinamarca possuem centros de design ativos que organizam exposições, editam publicações ou financiam pesquisas.

A Coreia e Taiwan também têm políticas nacionais de design.

O British Design Council realizou uma pesquisa nacional em 2001 para descobrir como o design, a inovação e a criatividade contribuíram em diversas empresas.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577808540

10 PUBLICANDO DOCUMENTOS FLASH

Adobe Creative Team Grupo A - Bookman PDF

362 ADOBE FLASH CS5

Classroom in a Book

Introdução

Nesta lição, você vai publicar uma animação que já está completa. O projeto é banner animado para a cidade fictícia de Meridien, para a qual você já criou um guia interativo de restaurantes na Lição 6 e um site para a corretora de imóveis na Lição 7. Você vai publicar o filme na Web, capturar frames específicos como imagens e salvar o filme para que mesmo os usuários que não têm o Flash Player possam vê-lo.

1 Dê um clique duplo no arquivo 10End.html na pasta Lesson10/10End para abrir o projeto pronto.

Um navegador Web carrega e reproduz o arquivo HTML, exibindo o arquivo

SWF. O arquivo HTML informa ao navegador como exibir o arquivo SWF.

Feche o navegador Web.

2 Dê um clique duplo no arquivo 10Start.fla, na pasta Lesson10/10Start, para abri-lo no Flash.

O projeto exibe um vídeo, imagens e interpolações de movimento, e todos os recursos são combinados no arquivo FLA.

3 Escolha File > Save As. Nomeie o arquivo 10_workingcopy.fla e salve-o na pasta 10Start. Salvar uma cópia de trabalho garante que o arquivo original inicial esteja disponível caso queira começar novamente.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536305523

PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS

Tilley, Alvin R Grupo A - Bookman PDF

PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS

A Americans with Disabilities Act (ADA), lei sancionada em

1990 e que entrou em vigor em 1992, estabelece os direitos civis para indivíduos com deficiência física nos locais de trabalho e nas edificações de uso público, inclusive nos órgãos governamentais locais e estaduais. As informações que serão apresentadas a seguir, pertinentes a pessoas com limitações físicas, foram obtidas da ADA.

Cerca de 43 milhões de norte-americanos apresentam uma ou mais deficiências físicas ou mentais e esse número está crescendo à medida que a população envelhece. Antes da

ADA, essas pessoas eram isoladas ou segregadas e freqüentemente discriminadas e colocadas em desvantagem social, vocacional, econômica e educacional.

Atualmente as pessoas com necessidades especiais, inclusive os usuários de cadeiras-de-rodas, devem ser atendidas em igualdade de produtos, serviços, recursos, privilégios, vantagens e acomodações. Os indivíduos com algum tipo de deficiência agora devem dispor de acomodações especiais em ambientes públicos disponibilizados pela iniciativa privada, como, por exemplo:

Ver todos os capítulos
Medium 9788577805594

6. ADICIONANDO INTERATIVIDADE

Adobe Creative Team Grupo A - Bookman PDF

142 ADOBE DREAMWEAVER CS4

Classroom in a Book

Entenda os comportamentos do

Dreamweaver

Um comportamento do Dreamweaver é um código JavaScript que realiza uma ação, como abrir uma janela de navegador, quando ela é desencadeada por um evento, por exemplo, um clique do mouse. Aplicar um comportamento é um processo de três passos:

1 Selecione o elemento de página com o qual você quer desencadear o comportamento.

2 Escolha o comportamento a ser aplicado.

3 Especifique as configurações ou os parâmetros do comportamento.

Tipicamente, o gatilho de ações é um link que pode ser anexado a um intervalo de texto ou a uma imagem. Em alguns casos, o comportamento não exige que uma nova página seja carregada, assim ele empregará um link fictício que é representado como um sinal numérico (#). Na Lição 5, você utilizou links fictícios para desencadear itens de submenu pop-up. O comportamento Spry Effect que será utilizado nesta lição não requer que um link funcione, mas tenha em mente a vinculação ao trabalhar com outros comportamentos. O Dreamweaver adicionará o código apropriado na maioria das instâncias; mas talvez você precise criar um link fictício como um gatilho para ativar alguns comportamentos do Dreamweaver. O

Ver todos os capítulos
Medium 9788582601570

Capítulo 8 - O significado dos símbolos

Kubba, Sam A. A. Grupo A - Bookman PDF

Introdução

Os desenhos de um projeto – como empregados pela indústria da construção de edificações – são geralmente utilizados para mostrar como um edifício, objeto ou sistema deve ser construído, implementado, modificado ou consertado. Uma das principais funções dos símbolos gráficos nos projetos executivos é se referir a outros desenhos no jogo de plantas. Por exemplo, um círculo desenhado em torno de uma área de um desenho com uma ampliação indicará que essa parte do desenho foi desenhada em uma escala maior para fornecer mais informações sobre o que é possível na escala preexistente (Figura 8.1). Na preparação dos projetos executivos para a indústria da construção civil, arquitetos e engenheiros elaboraram um sistema de abreviaturas, símbolos e notas padronizadas para simplificar o trabalho daqueles que estão preparando os desenhos e para manter a dimensão e a maior parte dos documentos da construção com um tamanho mínimo aceitável e compreensível. Projetar simples componentes da edificação sem o uso de símbolos seria, na verdade, uma tarefa muito cansativa. Visualizar e ler projetos executivos, portanto, exige um conhecimento dos símbolos e abreviaturas usados na indústria da construção e do seu uso propriamente dito na representação de materiais e outros componentes e de suas localizações (Figura

Ver todos os capítulos
Medium 9788577801145

6. Inserindo Links

Adobe Creative Team Grupo A - Bookman PDF

6 Inserindo Links

Nesta lição, você aprenderá a aplicar diferentes tipos de links a vários elementos de página com as seguintes ações:

• Aplicar um link de texto a uma página dentro do mesmo site

• Utilizar uma imagem como origem de um link

• Criar um link para uma página em outro site Web

• Estabelecer um link de email

• Criar um link para uma parte específica de uma página

Esta lição levará aproximadamente 60 minutos para ser concluída. Certifique-se de que você copiou Lessons/Lesson06 do CD do Adobe Dreamweaver CS3, Classroom in a Book para sua unidade de disco antes de começar. Ao trabalhar nesta lição, você sobrescreverá os arquivos iniciais. Se for necessário restaurar os arquivos iniciais, copie-os novamente do CD.

Visualize seu arquivo final

Para ter uma idéia do arquivo em que você trabalhará na primeira parte desta lição, vamos visualizar a página final no navegador.

1 Inicie o Adobe Dreamweaver CS3.

2 Se necessário, pressione F8 para abrir o painel Files e escolha DW CIB

na lista de sites.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577805617

2. TRABALHANDO COM ELEMENTOS GRÁFICOS

Adobe Creative Team Grupo A - Bookman PDF

50 ADOBE FLASH CS4

Classroom in a Book

Introdução

Comece abrindo o filme pronto para ver a animação que você vai criar nesta lição.

1 Dê um clique duplo no arquivo 02End.swf na pasta Lesson02/02End para visualizar o projeto final.

O projeto é uma ilustração estática simples de um anúncio de banner. Essa ilustração é para a Aqua Zero, uma empresa fictícia. Nesta lição, você vai desenhar as formas, modificá-las e aprender a combinar elementos simples para criar visuais mais complexos. Você não vai criar nenhuma animação ainda – afinal de contas, você precisa primeiro aprender a andar para depois poder correr! Aprender a criar e modificar elementos gráficos é um passo importante antes de produzir uma animação Flash.

2 Escolha File > New. Na caixa de diálogo New Document, escolha Flash File

(ActionScript 3.0).

3 No inspetor de propriedades, ajuste o tamanho do Stage para 700 pixels x

150 pixels e escolha a cor azul claro para o fundo.

4 Escolha File > Save. Dê o nome 02_workingcopy.fla ao arquivo e salve-o na pasta 02Start. Salvar seu arquivo imediatamente é um bom hábito de trabalho e garante que seu trabalho não será perdido se o aplicativo ou computador travar.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577801145

14. Trabalhando com Código

Adobe Creative Team Grupo A - Bookman PDF

14 Trabalhando com Código

Nesta lição, você aprenderá a trabalhar com o código de uma página Web e aprenderá a:

• Selecionar código

• Recolher seções do código

• Adicionar novo código

• Comentar o código

Esta lição levará aproximadamente 60 minutos para ser completada. Certifique-se de você copiou Lessons/Lesson14 do CD do Adobe Dreamweaver

CS3, Classroom in a Book para a unidade de disco antes de iniciar. Ao trabalhar nesta lição, você sobrescreverá os arquivos iniciais. Se for necessário restaurar os arquivos iniciais, copie-os novamente do CD.

Selecione o código

Antes de poder mover, copiar, excluir, ou seja, manipular qualquer bloco de código, você precisará certificar-se de que o selecionou corretamente.

Um erro ao selecionar e recortar um tag, por exemplo, poderia deixar caracteres estranhos que impediriam que a página fosse exibida corretamente no navegador. Neste exercício, você irá explorar os vários métodos para selecionar código na visualização Code do Dreamweaver.

1 Inicie o Dreamweaver.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577805617

5. MOVIMENTO E TRANSFORMAÇÃO ARTICULADOS

Adobe Creative Team Grupo A - Bookman PDF

LIÇÃO 5

Movimento e Transformação Articulados

Movimento articulado com cinética inversa

Para facilitar a animação de um objeto articulado (com várias junções), como uma pessoa caminhando ou o guindaste em movimento do nosso exemplo, o

Flash CS4 apresenta a cinemática inversa. A cinemática inversa é um meio matemático de calcular os diferentes ângulos de um objeto articulado para alcançar certa configuração. Você pode posicionar o objeto em um keyframe inicial e então definir uma posição diferente em um keyframe posterior. O Flash utiliza a cinemática inversa para descobrir os diferentes ângulos para todas as junções da primeira posição até a seguinte.

A cinemática inversa facilita o processo de animação porque você não precisa se preocupar em animar cada segmento de um objeto ou o membro de um personagem. Basta se concentrar nas posições gerais.

Defina os bones

O primeiro passo para criar movimento articulado é definir os bones (ossos) do objeto com a ferramenta Bone ( ). A ferramenta Bone informa ao Flash o modo como uma série de instâncias de movie clip é conectada. Movie clips conectados são chamados de armaduras (armatures) e cada movie clip é chamado de node.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536305523

CONSIDERAÇÕES ESPACIAIS PARA RESIDÊNCIAS

Tilley, Alvin R Grupo A - Bookman PDF

CONSIDERAÇÕES ESPACIAIS PARA RESIDÊNCIAS

As diretrizes apresentadas por Neufert, 1970; Panero e Zelnik,

1979; e o American Institute of Architects, 1988 foram utilizadas para formular os diagramas residenciais a seguir.

DORMITÓRIOS

Quatro dormitórios são apresentados nessas ilustrações.

1. O primeiro exemplo, no canto superior esquerdo, representa uma proposta com espaços confortáveis mínimos para a maior parte do mobiliário necessário em um dormitório de casal. Esse cômodo pode acomodar três tamanhos de camas diferentes: uma cama de casal simples, queen size ou king size. Observe que esta é a posição ideal para a cama e que o fato de todos os móveis terem 762 mm ou menos de altura faz com que o dormitório pareça maior.

58

2. O segundo dormitório, no canto inferior esquerdo, tem espaços quase mínimos, para um único ocupante.

3. O terceiro dormitório, no canto superior direito, é mais luxuoso. Há duas camas e duas escrivaninhas ou penteadeiras.

4. O último dormitório é para dois ocupantes (filhos ou estudantes) e apresenta áreas para estudo e outros armários.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577806188

8. CRIANDO TÍTULOS DINÂMICOS

Adobe Creative Team Grupo A - Bookman PDF

148 ADOBE PREMIERE PRO CS4

Classroom in a Book

Introdução

O texto na tela ajuda a contar sua história. Reforce sua mensagem utilizando texto sobreposto (também conhecido como supers) para dar nome e título de um local ou de uma pessoa entrevistada, mostrar na tela pontos itemizados (bullets) e exibir títulos de abertura e créditos finais.

O texto pode apresentar informações de forma muito mais sucinta e clara do que a narração. Ele também pode reforçar informações narradas e visuais lembrando os espectadores dos personagens na sua cena e da mensagem que você está tentando comunicar.

O Adobe Premiere Pro CS4 Titler oferece inúmeras opções de texto e formas.

Você pode utilizar qualquer fonte do computador. O texto e os objetos podem ter uma cor qualquer (ou várias cores), qualquer grau de transparência e uma variedade de formas.

Com a ferramenta Path, é possível posicionar seu texto em linhas curvas da maneira mais complexa de imaginar. O Titler é uma ferramenta poderosa e envolvente cuja infinita capacidade de personalização permite criar uma aparência

Ver todos os capítulos
Medium 9788577801480

1. Familiarizando-se com a Área de Trabalho

Adobe Creative Team Grupo A - Bookman PDF

1 Familiarizando-se com a

Área de Trabalho

Nesta introdução à área de trabalho, você aprenderá o seguinte:

• Utilizar a tela Welcome

• Abrir um arquivo do Adobe Illustrator CS3

• Selecionar ferramentas no painel Tools

• Utilizar as opções de visualização para expandir e reduzir a janela do documento

• Trabalhar com painéis, incluindo o painel Control

• Utilizar a ajuda do Illustrator

Introdução

Você irá trabalhar em um arquivo de arte durante esta lição, mas antes de começar, restaure as preferências padrão para o Adobe Illustrator CS3. Em seguida, abra o arquivo finalizado nesta lição a fim de ver a ilustração.

1 Para assegurar que as ferramentas e os painéis funcionem exatamente

como descritos nesta lição, exclua ou desative (renomeando) o arquivo de preferências do Adobe Illustrator CS3. Consulte “Restaurando as preferências padrão”, na página 19.

Nota: Devido às diferenças nas configurações de cor entre um sistema e outro, mensagens de alerta de perfis ausentes podem aparecer à medida que você abre os vários arquivos de exercícios. Clique em OK ao ver essa mensagem. Color Settings são discutidas na Lição 15, “Imprimindo Artefinal e Produzindo Separações de Cores”.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577806188

7. ADICIONANDO TRANSIÇÕES DE VÍDEO

Adobe Creative Team Grupo A - Bookman PDF

132 ADOBE PREMIERE PRO CS4

Classroom in a Book

Introdução

Ligar clipes com transições – dissolves, page wipes, spinning screens e muitos outros – é uma ótima maneira de levar os espectadores de uma cena para outra ou de atrair a atenção deles.

Adicionar transições ao seu projeto é uma arte. Aplicá-las começa de um modo bem simples; é um mero processo de arrastar e soltar. A arte entra no posicionamento, na duração e nos parâmetros, como bordas coloridas, movimento e cenários iniciais e finais.

A maior parte do trabalho com transições acontece no painel Effect Controls.

Além das várias opções únicas para cada transição, esse painel exibe algo chamado linha do tempo A/B, ou A/B timeline. Esse recurso permite mover transições em relação ao ponto de edição, alterar a duração da transição e aplicar transições a clipes que não têm um número suficiente de frames iniciais e finais.

Com o Adobe Premiere Pro, também é possível aplicar uma transição a um grupo de clipes.

Utilize transições com moderação

Ao descobrir as várias possibilidades de transições que o Adobe Premiere Pro oferece, você será tentado a empregá-las em todas as edições. Elas podem ser muito interessantes, embora seja recomendável utilizá-las com moderação.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577806188

16. TÉCNICAS DE COMPOSIÇÃO

Adobe Creative Team Grupo A - Bookman PDF

304 ADOBE PREMIERE PRO CS4

Classroom in a Book

Introdução

O Adobe Premiere Pro e outros editores não lineares que utilizam múltiplas trilhas e linhas do tempo têm uma prática operacional geral: clipes nas trilhas de vídeo acima de Video 1 cobrem os clipes nas trilhas abaixo deles. Em outras palavras, qualquer coisa que aparece na trilha cobre tudo o que estiver abaixo dela.

Mas o objetivo não é utilizar clipes nas trilhas acima de Video 1 para eliminar o que está abaixo delas, mas sim, empregar a composição para melhorar o que está ali. O Adobe Premiere Pro oferece muitas maneiras de colocar em camadas vídeos, gráficos e imagens para criar excelentes efeitos.

As técnicas de composição nos clipes permitem que os clipes abaixo deles na

Timeline possam ser exibidos. Os cinco métodos básicos de composição são:

· Reduzir a opacidade de um clipe inteiro.

· Combinar camadas com base em um modo de mesclagem

· Utilizar transparências de canal alfa em clipes e efeitos

· Criar um chroma key verde

· Utilizar efeitos de matte de chroma key

Ver todos os capítulos
Medium 9788577807826

8. A EMPRESA DE DESIGN

Mozota, Brigitte Borja de Grupo A - Bookman PDF

PARTE III

GESTÃO DO DESIGN

NA PRÁTICA

CAPÍTULO 8

A EMPRESA DE DESIGN

Outro aspecto da gestão do design é a gestão de empresas de design. Tendo em vista que existem livros para designers que abordam questões de “como fazer” negócios (como organizar o marketing, escrever contratos e proteger seus projetos), esta obra não se destina a essas áreas. Tampouco aborda os métodos básicos gerais de gestão que se aplicam tanto a empresas de design quanto a outras organizações.

O foco aqui são as ferramentas de gestão específicas para uma empresa de design e os métodos que garantem alta competitividade a uma organização dessa natureza.

O objetivo envolve outros dois: 1) auxiliar as empresas de design a compreender que estratégias lhes estão disponíveis, que competências centrais são necessárias e o que constrói a reputação da empresa; e 2) fornecer aos gerentes de organizações contratantes de serviços de design o conhecimento necessário para selecionar a empresa de design correta. A escolha de uma empresa de design é uma questão crucial para os gerentes, uma vez que a integração do design exerce um grande impacto no desempenho da organização.

Ver todos os capítulos

Carregar mais